11- 9 9285 3697

11- 9 6018 2165

Whatsapp somente

  • Instagram
  • Facebook

Vamos entender o que é "EFEITO CIVIL"?​

A definição correta é "RELIGIOSO COM EFEITO CIVIL".

Somente religiosos é que podem realizar o Casamento Religioso com Efeito Civil.

Pode ser de qualquer religião, desde que seja um celebrante religioso a presidir a cerimônia.

Um Padre, um Rabino, um Pastor, um Ancião, um Ministro de comunidade religiosa.

Cada denominação, tem seus ritos e dogmas próprios, por exemplo a Igreja Católica, não permite que Padres ministrem o Sacramento do Matrimônio, fora das paróquias.

Sou Ministro de Ritos em uma Comunidade Cristã Ecumênica, e me outorga a prerrogativa de assinar o Termo Religioso com Efeito Civil, juntamente com a cerimônia.

No mesmo local, e data.

A cerimônia não terá cunho religioso específico, mas ecumênico, ou seja, iremos celebrar conforme o desejo do casal, respeitando a profissão de fé e religião de cada qual.

Sempre entendendo o que o casal crê, como crê, como a família pensa, como poderemos fazer a narrativa para que todos possam ser acolhidos e abençoados da forma que melhor se sintam.

Não existe um rito pronto, nós juntos criaremos.

Como então pode ser realizado o casamento civil?

No cartório, pode ser feito de duas maneiras

Assinar os documentos de casamento no próprio cartório

Neste caso, a data que constará na certidão de casamento, será a data que estiveram no cartório, e pode não ser a mesma da celebração.

Deverão comparecer para o casamento civil no cartório, levando duas testemunhas.

Diligência de um Juiz de Paz até o local da cerimônia.

Neste caso, existe, além do custo normal das taxas do cartório, o custo de diligência para o Juiz de Paz se locomover até o local do casamento.

Normalmente um Juiz de Paz não costuma fazer a celebração do casamento, ele narra ao texto legal.

Fazer através do religioso com efeito civil oferecido pelo  ministro celebrante.

Todos os celebrantes podem oferecer o efeito civil?

Não, e caso decidam optar em fazer o casamento civil, juntamente com a cerimônia, no mesmo dia e local, somente um Ministro Celebrante está habilitado legalmente a celebrar.

Procurem Ministros Celebrantes que estejam habilitados.

Verifiquem também se algum custo a mais para este tipo de cerimônia.

O celebrante Silvio Oliveira não cobra nada a mais para isso.